João Pessoa foi fundada em 1585, sendo a terceira capital de estado mais antiga do Brasil, também reconhecida como a segunda cidade mais verde do mundo. Em sua orla foi proibida a construção de edifícios altos para preservação das praias. Com um rico acervo histórico-arquitetônico, João Pessoa guarda imponentes construções barrocas datadas do século 16. A devoção, ainda nos dias de hoje, é bastante forte e representada pelo espetáculo da Paixão de Cristo que atrai fiéis e turistas na Semana Santa. 
Picãozinho
A menos de dois quilômetros da costa, em frente à praia de Tambaú, as piscinas naturais de Picãozinho surgem na maré baixa, apresentando formações de corais. Um dos passeios náuticos mais apreciados da região, atrai adultos e crianças que se revezam nos deliciosos mergulhos em meio aos peixes. O tour dura quatro horas e barcos-restaurantes garantem bebidas geladas e petiscos fresquinhos.

Areia Vermelha
A 18 quilômetros do centro de João Pessoa, essa formação aparece quando a maré está baixa e fica no 'meio' do mar, a um quilômetro da praia, já pertencendo ao município de Cabedelo; e atrai muitos turistas para aproveitar essa praia diferenciada e temporária para pegar aquele bronzeado essencial. Para chegar ao local é necessário pegar uma carona nos barcos que saem a cada três horas. 


Ponta do Seixas
A ponta do Seixas é o ponto mais oriental do continente americano e consequentemente da parte continental do Brasil. Localiza-se a leste da cidade de João Pessoa, a quatorze quilômetros do centro da cidade e a três quilômetros ao sul do bairro de Cabo Branco.

Ao lado da ponta do Seixas, sobre uma falésia constantemente erodida pelas ondas, assenta-se o farol do Cabo Branco, construído na era militar e cujo formato em pé de sisal (triangular) apresenta 40 metros. Dele se tem a mais bela vista da orla e do oceano Atlântico de toda região.

Mercado de Artesanato Paraibano
É um prédio bem organizado, com dois pavimentos, possui mais de 120 lojas que comercializam o artesanato da região. Fica no bairro de Tambaú, na Avenida Senador Rui Carneiro.

Centro Histórico
Composto pelo Forte de Santa Catarina do Cabedelo, Praça de João Pessoa, Conjunto Franciscano e Igreja de São Francisco, Pátio de São Pedro, Hotel Globo e o Parque Solo de Lucena, são lugares que contam a história desde a invasão da Holanda, em 1856 até histórias um tanto mais recentes, como a do antigo Hotel, que hospedava figuras ilustres até 1928. 

Pôr do sol na Praia do Jacaré
Às margens do Rio Paraíba, você pode admirar o pôr do sol incrível que geralmente encerra os passeios na região, dando lugar ao descanso para recarregar as energias gastas durante o dia.

Dicas:

Em João Pessoa amanhece às 5h e anoitece às 17:30h, portanto nada de dormir demais!
Se tiver tempo, Natal fica somente a 180 km e Recife a 120 km de João Pessoa. Vale a pena gastar um pouquinho mais e dar 'um pulinho' lá.
Conheça também as praias do litoral sul, são as mais lindas da Paraíba.
Picãozinho e Areia Vermelha, só aparecem durante a maré baixa, se informe sobre a tábua das marés, antes de fazer estes passeios.

Boa viagem!

As maravilhas de João Pessoa

João Pessoa foi fundada em 1585, sendo a terceira capital de estado mais antiga do Brasil, também reconhecida como a segunda cidade mais verde do mundo. Em sua orla foi proibida a construção de edifícios altos para preservação das praias. Com um rico acervo histórico-arquitetônico, João Pessoa guarda imponentes construções barrocas datadas do século 16. A devoção, ainda nos dias de hoje, é bastante forte e representada pelo espetáculo da Paixão de Cristo que atrai fiéis e turistas na Semana Santa. 
Picãozinho
A menos de dois quilômetros da costa, em frente à praia de Tambaú, as piscinas naturais de Picãozinho surgem na maré baixa, apresentando formações de corais. Um dos passeios náuticos mais apreciados da região, atrai adultos e crianças que se revezam nos deliciosos mergulhos em meio aos peixes. O tour dura quatro horas e barcos-restaurantes garantem bebidas geladas e petiscos fresquinhos.

Areia Vermelha
A 18 quilômetros do centro de João Pessoa, essa formação aparece quando a maré está baixa e fica no 'meio' do mar, a um quilômetro da praia, já pertencendo ao município de Cabedelo; e atrai muitos turistas para aproveitar essa praia diferenciada e temporária para pegar aquele bronzeado essencial. Para chegar ao local é necessário pegar uma carona nos barcos que saem a cada três horas. 


Ponta do Seixas
A ponta do Seixas é o ponto mais oriental do continente americano e consequentemente da parte continental do Brasil. Localiza-se a leste da cidade de João Pessoa, a quatorze quilômetros do centro da cidade e a três quilômetros ao sul do bairro de Cabo Branco.

Ao lado da ponta do Seixas, sobre uma falésia constantemente erodida pelas ondas, assenta-se o farol do Cabo Branco, construído na era militar e cujo formato em pé de sisal (triangular) apresenta 40 metros. Dele se tem a mais bela vista da orla e do oceano Atlântico de toda região.

Mercado de Artesanato Paraibano
É um prédio bem organizado, com dois pavimentos, possui mais de 120 lojas que comercializam o artesanato da região. Fica no bairro de Tambaú, na Avenida Senador Rui Carneiro.

Centro Histórico
Composto pelo Forte de Santa Catarina do Cabedelo, Praça de João Pessoa, Conjunto Franciscano e Igreja de São Francisco, Pátio de São Pedro, Hotel Globo e o Parque Solo de Lucena, são lugares que contam a história desde a invasão da Holanda, em 1856 até histórias um tanto mais recentes, como a do antigo Hotel, que hospedava figuras ilustres até 1928. 

Pôr do sol na Praia do Jacaré
Às margens do Rio Paraíba, você pode admirar o pôr do sol incrível que geralmente encerra os passeios na região, dando lugar ao descanso para recarregar as energias gastas durante o dia.

Dicas:

Em João Pessoa amanhece às 5h e anoitece às 17:30h, portanto nada de dormir demais!
Se tiver tempo, Natal fica somente a 180 km e Recife a 120 km de João Pessoa. Vale a pena gastar um pouquinho mais e dar 'um pulinho' lá.
Conheça também as praias do litoral sul, são as mais lindas da Paraíba.
Picãozinho e Areia Vermelha, só aparecem durante a maré baixa, se informe sobre a tábua das marés, antes de fazer estes passeios.

Boa viagem!

0 Comentários